1-O QUE É A ASMA

O QUE É A ASMA?
A asma é uma doença caracterizada por uma inflamação crônica dos brônquios e que pode afetar pessoas de todas as idades, culturas e localizações geográficas. Para se ter uma idéia, mais de 10% da população brasileira possui a doença. Essa inflamação provoca, por si só ou por meio da contração dos músculos que circundam os brônquios, um estreitamento das vias aéreas. Isso leva a uma obstrução do fluxo normal do ar que entra e sai dos pulmões.
 
Embora cada pessoa possa apresentar sintomas diferentes, é comum na doença o surgimento de chiado, falta de ar, aperto no peito e tosse. Caso não seja tratada, a asma pode ser uma doença grave e potencialmente fatal.
Estima-se que a asma ocorra em mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo. O nome correto da doença é “asma brônquica” e erradamente é confundida e chamada pelos leigos de “bronquite”.
 
A asma possui um impacto significativo na qualidade de vida de uma pessoa e pode resultar em falta às aulas ou ao trabalho, bem como visitas não programadas ao médico ou ao hospital. Quando adequadamente tratada a asma pode ser controlada e permite que a maioria das pessoas leve uma vida produtiva e ativa.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA ASMA?
Os sintomas típicos são chiado no peito, tosse, dificuldade respiratória, aperto torácico e despertar noturno. Os sintomas da asma variam de pessoa para pessoa - leves para algumas pessoas, graves para outras. Mesmo dentro da mesma família, duas pessoas com asma podem apresentar diferentes sintomas ou ter um sintoma com mais frequência do que a outra.
 
Os sintomas típicos de uma crise de asma são piora progressiva da falta de ar, tosse, chiado e pressão no peito, ou uma combinação desses sintomas. Algumas pessoas podem também acordar durante a noite com esses sintomas. 

O QUE É UMA CRISE DE ASMA?
Uma crise pode começar dramaticamente, com muitos sintomas graves ocorrendo simultaneamente, ou pode começar mais lentamente, com angústia respiratória aumentando gradualmente. Desta maneira, o asmático está bem e repentinamente ou gradualmente, começa a apresentar chiado no peito, tosse e dificuldade para respirar.
 
Característica importante da asma é a apresentação dos sintomas em episódios, deixando entre uma e outra crise um período de normalidade (sem sintomas), o que faz muitas pessoas erroneamente entenderem que a asma foi “curada”.

POR QUE ALGUÉM TEM ASMA?
Algumas pessoas são geneticamente predispostas ao desenvolvimento da asma. Quando essas pessoas entram em contato com os fatores causais que sensibilizam as vias aéreas, isso provoca o aparecimento da doença.

O QUE SÃO FATORES DESENCADEANTES DA ASMA? 
Os fatores que causam as crises de asma são denominados "fatores desencadeantes". Um fator desencadeante é uma substância ou uma ação que desencadeia uma crise. Mais de 80% das pessoas com asma são alérgicas a um ou mais destes fatores.
 
Os tipos de fatores desencadeantes e a gravidade da resposta que a pessoa apresenta variam entre os indivíduos com asma. Por isso é importante reconhecer os fatores que desencadeiam a dificuldade respiratória e encontrar meios de evitar ou limitar a exposição a eles. 
Os fatores desencadeantes mais comuns são:
  • pelos de animais
  • ácaros do pó doméstico
  • pólens e fungos
  • poluentes do ar
  • fumaça de cigarro
  • tintas exaladas
  • odores fortes
  • infecções respiratórias
  • exercício
  • ar frio
  • umidade
  • alimentos, aditivos, preservativos, corantes
  • alguns medicamentos anti-hipertensivos e colírios
  • desequilíbrio emocional
  • dióxido de enxofre

O QUE SÃO ÁCAROS?
Ácaros são pequenos microorganismos que se assemelham a carrapatos e que vivem nos colchões, travesseiros, tapetes, carpetes e cortinas. As suas fezes são pequenas partículas que, ao serem inaladas pelas pessoas alérgicas, podem desencadear crises de asma ou rinite. 
Ácaro Domiciliar
 
DESDE QUE IDADE SE PODE TER ASMA?
Desde qualquer idade. Faz anos que se utilizam nomes como bronquite espástica, bronquite asmática, bronquite alérgica, etc. para designar as crises asmáticas das crianças pequenas, em especial dos lactentes. Hoje em dia sabemos que os lactentes também têm asma (asma do lactente). Se você tem um filho com poucos meses de idade, e suspeita que ele possa sofrer de alguma enfermidade respiratória, procure ajuda com seu médico pediatra ou pneumologista infantil.

POR QUE NOS TORNAMOS ALÉRGICOS?
O fato de se tornar alérgico depende de dois fatores. O primeiro é uma causa genética. O segundo fator é a exposição a substâncias capazes de induzir à alergia, os chamados alérgenos. Se alguém estiver exposto a alguma substância em quantidades maiores do habitual e durante um tempo prolongado, ou repetidas vezes, pode chegar a tornar-se alérgico, ainda que pela genética não estivesse particularmente predisposto.
Compartilhar:

CONTATOS

HIGIENÓPOLIS
Rua Conselheiro Brotero, 1539 - Cont. 111

Telefones: 55 (11) 3661-1740 / 3667-1017

SANTANA
Rua Dr. Zuquim, 449 - conj. 74

Telefones: 55 (11) 2973-2440 / 2283-0037

Marque sua consulta

Tira Dúvidas

Inaladores"

Tabagismo"