SEIS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O CIGARRO ELETRÔNICO

1- O QUE SÃO OS CIGARROS ELETRÔNICOS?
Cigarros eletrônicos são dispositivos criados com o objetivo de simular a sensação de fumar um cigarro comum e eles contêm apenas a nicotina, responsável pela dependência química. O cigarro eletrônico (conhecido também como e-cigarro) não possui alcatrão e o monóxido de carbono presentes nos cigarros tradicionais, substâncias capazes de causar diversas doenças, dentre elas o câncer de pulmão e de outros órgãos, mas libera outros tipos de substâncias também tóxicas à saúde. 

2- DO QUE É COMPOSTO O CIGARRO ELETRÔNICO?
Na composição do cigarro eletrônico a nicotina é diluída em uma substância, habitualmente o propilenoglicol. Essa mistura costuma ser comprada em refis e armazenada em um reservatório (cartucho) presente no dispositivo. Esse reservatório está ligado a um vaporizador que transforma o líquido em fumaça. Na extremidade que corresponde ao filtro, o usuário pode tragar essa fumaça. No pólo oposto, acende-se uma luz do tipo LED sempre que o vaporizador é ativado.
A concentração de nicotina presente nesses reservatórios do e-cigarro costuma ser bem maior que aquela encontrada nos cigarros convencionais.

3- O CIGARRO ELETRÔNICO É ISENTO DE RISCOS À SAÚDE?
Não! Embora o propilenoglicol seja uma substância segura para a saúde humana, quando serve de diluente para a nicotina e é vaporizada e inalada, ela libera o formaldeído em concentrações de 5 a 15 vezes maiores do que encontradas nos cigarros tradicionais, reconhecidamente um agente capaz de provocar o câncer (cancerígeno).

4- QUAIS DOENÇAS O CIGARRO ELETRÔNICO PODE CAUSAR?
No curto prazo, o cigarro eletrônico pode levar a danos no sistema respiratório e cardiovascular.  Por ser um produto relativamente novo da indústria do tabaco, desconhece-se ainda todos os danos que o cigarro eletrônico pode causar em longo prazo.  Sabe-se que a composição do vapor do cigarro eletrônico contém substâncias derivadas de metais pesados, tais como Ferro, Alumínio e Níquel, que podem levar não só o câncer de pulmão, mas também o câncer dos seios da face, ao enfisema pulmonar e também à Fibrose Pulmonar.

5- OS CIGARROS ELETRÔNICOS PODEM SER USADOS PARA AJUDAR A PARAR DE FUMAR?
Os cigarros eletrônicos não devem ser utilizados em programas de cessação do tabagismo no lugar da terapia de reposição da nicotina devido às impurezas e às altas concentrações presentes de formaldeído, substância altamente cancerígena. Como o  e-cigarro utiliza a nicotina, que é a substância persente no cigarro que causa a dependência, na verdade o fumante está trocando um vício pelo outro.

Até o momento não há estudos toxicológicos e testes científicos que comprovem que o cigarro eletrônico possa auxiliar na cessação do tabagismo ou que não possa trazer malefícios à saúde. Os e-cigarros representam um retrocesso com relação à política de restrição do fumo em ambientes fechados sob a falsa alegação de que não trazem prejuízos à saúde dos não-fumantes. Embora os cigarros eletrônicos sejam comercializados em diversos países do mundo, no Brasil sua venda é proibida pela Anvisa desde 2009.

6- QUAIS OS RISCOS DOS CIGARROS ELETRÔNICOS PARA OS JOVENS?
Os adolescentes que usam os cigarros eletrônicos são mais propensos do que os não usuários a fumar cigar
ros convencionais de acordo com estudos científicos.  Entre 2011 e 2012, nos EUA, os dados da National Youth
 
Tobacco Survey mostraram que o consumo de do e-cigarro duplicou nesse período de tempo entre cerca de 40.000 alunos do ensino fundamental. Entre os alunos fumantes convencionais,  o uso do cigarro eletrônico foi associado com o tabagismo mais pesado. Os pesquisadores concluíram que que o uso de e-cigarro agrava, em vez de amenizar, o uso de cigarros convencionais nos EUA. 

Os cigarros eletrônicos representam, portanto, um engodo à população, uma forma de atrair os jovens para a dependência química e, em uma etapa posterior, tornarem-se consumidores de cigarros comuns.
VOLTAR
Compartilhar:

CONTATOS

HIGIENÓPOLIS
Rua Conselheiro Brotero, 1539 - Cont. 111

Telefones: 55 (11) 3661-1740 / 3667-1017

SANTANA
Rua Dr. Zuquim, 449 - conj. 74

Telefones: 55 (11) 2973-2440 / 2283-0037

Marque sua consulta

Tira Dúvidas

Inaladores"

Tabagismo"